Programas

Prêmio Alberto Moreira

Introdução


O sucesso das organizações depende do conhecimento, das habilidades, competências, da criatividade e da motivação das pessoas que integram equipes de alto desempenho quando lhes é dada autonomia para alcançar metas definidas.

 

Sendo assim, a valorização dos profissionais que atuam no setor de transporte de passageiros, através de reconhecimento e premiação, contribui, de forma preponderante, para divulgar a imagem positiva do profissional e do setor para a sociedade em geral.

 

A Fetranspor, numa iniciativa que tem por finalidade a valorização dos profissionais que atuam na área dos transportes de passageiros, instituiu, em 1997, o sistema de premiação de rodoviários denominado Prêmio Alberto Moreira. Neste sentido, premiar adquire o significado de selecionar exemplos a serem seguidos. Portanto, além do reconhecimento do trabalho de qualidade que foi desenvolvido, a premiação tem o seu caráter educativo ao destacar referenciais e enfatizar valores a serem seguidos.
O compromisso maior do sistema de transporte é com os seus clientes – os passageiros. O sistema de premiação implantado é mais uma ferramenta na busca da qualidade no serviço de transporte.

 

Objetivos


O Prêmio Alberto Moreira, realizado a cada dois anos, destaca os trabalhadores rodoviários de empresas de transporte coletivo por ônibus de todo o Estado do Rio de Janeiro que são exemplos dentro de suas áreas de atuação, e tem como objetivos:

 

- Conhecer, estimular e valorizar os profissionais que atuam no setor de transporte de passageiros de modo cordial e competente;
- Divulgar imagem positiva do profissional e do setor para a sociedade em geral;
- Estimular a busca constante do aprimoramento profissional, da educação continuada, da melhoria do desempenho na prestação do serviço de transporte, da melhoria do relacionamento entre colegas de trabalho, clientes, fornecedores e empresa;
- Valorizar a assiduidade, pontualidade, produtividade, criatividade, economia de meios, sugestões para melhorias do trabalho e o cumprimento dos regulamentos e leis de transporte, trânsito e cidadania.

 

Categorias


Para facilitar o trabalho das pessoas que, em todos os níveis, estarão  com a incumbência de fazer as escolhas, julgamos fundamental a divisão dos rodoviários em categorias.

 

Realmente, seria impossível estabelecer critérios justos que servissem tanto para motoristas como para mecânicos, só para citar um exemplo. As categorias definidas para efeito da premiação são as seguintes:

 

- Motorista,
- Cobrador,
- Pessoal Operacional,
- Pessoal Administrativo e
- Pessoal de Manutenção

 

Etapas


Desde 1997, através de processo de escolha fundamentado em critérios bem definidos, prévia e amplamente publicados, são premiados os rodoviários que mais se destacam no exercício das suas atividades.

 

O citado processo é deflagrado, inicialmente, no interior de cada empresa, passando pelos sindicatos das empresas, e culminando com a escolha dos Melhores do Ano no Sistema Fetranspor, isto é, os Rodoviários Padrão do Estado do Rio de Janeiro.

 

A partir da indicação pelas empresas dos profissionais considerados rodoviários padrão o Prêmio Alberto Moreira se desdobra em duas etapas, descritas abaixo:

 

- Etapa Sindicatos – a partir de critérios determinados pela premiação e de critérios próprios, cada sindicato filiado à Fetranspor escolhe os melhores representantes de cada categoria em sua base territorial, levando em consideração o total da frota das empresas, para representá-lo na Etapa Fetranspor.

 

- Etapa Fetranspor – de posse dos currículos dos rodoviários das cinco categorias indicados pelos sindicatos filiados, a Fetranspor fica responsável por: 1) Outorgar certificados de participação e pins a todos os concorrentes; 2) Indicar uma banca de jurados para escolher, dentre os candidatos e segundo critérios definidos, os três melhores de cada categoria, que receberão o troféu Alberto Moreira, nas versões ouro, prata ou bronze, além de prêmios especiais, e 3) Organizar e promover o evento de premiação dos rodoviários.

 

Premiação

 

Todos os candidatos receberão certificado de menção honrosa e um pin (distintivo). Os indicados pelos sindicatos receberão a Medalha Fetranspor e os três primeiros lugares de cada categoria, selecionados pela banca de jurados, receberão o troféu Alberto Moreira nas versões ouro, prata ou bronze.

 

Os participantes do Prêmio e seus familiares, bem como os empresários e representantes das transportadoras, participam da solenidade de premiação, um evento em homenagem aos melhores rodoviários do Estado.

 

RECEBA A NOSSA NEWSLETTER

PARCEIROS INSTITUCIONAIS

Rua Buenos Aires, 68, 10º. andar - Centro
CEP: 20070-900 - Rio de Janeiro - RJ
Telefax: (21) 2210-7398 -

Desenvolvido por Arte Digital Internet | Layout